Redes sociais: boas práticas

Plataformas como facebook e instagram tem sido utilizadas amplamente para divulgação de projetos relacionados a musica e ao seu ensino. Percebo que grande parte dos meus contatos-amigos nessas plataformas (Twitter, Facebook, Youtube, Google+) divulgam seus projetos e atividades de ensino musical a partir do compartilhamento de videos, textos e fotos.

Há que se ter cuidado, como diz o ditado: Nem tudo que é infalível se aguenta. Atitudes invasivas podem incomodar e atrapalhar a comunicação em rede. Ao não tomarmos cuidado com certos acordos (mesmo que tácitos) de convivência nas redes sociais, colocamos em risco nossa reputação e toda a divulgação do projeto artístico. Nesse sentido, elaborei uma pequena lista com os erros que considero mais comuns no momento de publicar projetos e trabalhos nas redes sociais.

#erro1: Postar materiais na linha do tempo dos amigos sem a prévia autorização dos mesmos. Esse tipo de prática pode incomodar determinados amigos e passar uma imagem arrogante da sua parte. É necessário ter certeza que seus colegas realmente querem compartilhar suas postagens. Talvez apenas marcá-los na publicação e recomendar o compartilhamento seja menos invasivo.

#erro2: Postar videos, áudios e imagens com péssima qualidade. Minha sugestão é: Prepare um portfólio com os melhores vídeos, textos ou imagens do seu trabalho. Aquele material amador (do tipo “caseiro”) vai desvalorizar sua performance. Vídeos ou áudios com baixa qualidade podem passar uma ideia distorcida do projeto.

#erro3: Re-postar, re-postar, re-postar… por dezenas de vezes o mesmo convite ou material, na mesma rede social (ou grupo/comunidade). Isso gera uma espécie de “ruído” na comunicação e não valoriza a qualidade daquilo que você está divulgando.

DICAS:

#dica1: Valorizar as parcerias do seu trabalho é uma forma de promover empatia. Dê os devidos créditos no momento de divulgação. Cite todos os colaboradores, a produção e inclua toda a equipe que colaborou com seu trabalho quando distribuir algo nas redes.

#dica2: Demonstre humildade ao descrever e comentar o material de trabalho. Pode soar pedante dizer que sua composição ou performance é “a melhor musica” ou o “grande sucesso”.

#dica3: [para professores de música]: Divulgar suas aulas através das redes sociais é uma oportunidade legal. Porém, tratar sobre horário de aulas em postagens no facebook não é a forma mais correta de organizar sua agenda.

Para finalizar: manter as pessoas engajadas e conectadas com nossos projetos artísticos requer certa regularidade de publicação.

Grande abraço.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.