3 dicas de leitura para as férias

Será que músico tira férias? Fazemos o que mesmo no período de férias? Minha experiência mostra que para “descansar” nada melhor que retomar aquele repertório abandonado durante o ano que passou, atualizar as leituras, colocar em dia as audições (os discos comprados, ganhados e baixados), reciclar o estudo técnico, e melhor ainda, fazer tudo isso durante o veraneio na praia ou na casa de campo.

Alguém pode dizer: “Mas eu não vou para a praia e nem para o sítio!” Deixo logo abaixo 3 dicas de leitura e estudo para se fazer na cidade ou no campo, com pouco ou muito tempo para “descansar”.

Dica #1: Dê uma passada no blog “Música de alma negra” do Carlos Calado e veja a lista com os “40 discos de 2016 para ouvir mais em 2017”. http://www.carloscalado.com.br/2016/12/discos-em-2016-musica-instrumental-mpb.html

Dica #2: Atualize sua discoteca com os álbuns do Chico Buarque disponíveis online (gratuitamente) e já publicados aqui no blog. https://marceloborba.com/chico-buarque-discografia/

Dica #3: Leitura de um livro clássico da história da música ocidental. Baixe através do link o livro “História da Música Ocidental” de Donald Grout e Claude V. Palisca. A partir de uma perspectiva cronológica, os autores relatam a evolução sofrida pela música desde a Grécia antiga até os nossos dias, inserindo-a sempre num contexto mais abrangente da cultura ocidental. Com inúmeras ilustrações e repleta de referências musicais, algumas delas resultantes de investigações recentes, esta obra é um instrumento indispensável tanto aos estudiosos como ao público interessado pelo tema trazendo, além dos pormenores mais técnicos, exemplos acadêmicos e elementos de estudo, uma narrativa histórica e biografias dos criadores musicais do Ocidente em todas as épocas.

História ocidental da Música – Grout e Palisca

Link para baixar: https://drive.google.com/file/d/0B4WP0N_J86b6cjNoczRXeTRaeGc/view

Vamos recarregar as energias?

abração

Atenção! O google tem punido links que levem a materiais para download. Devido a isso, algumas das URL’s estão “quebradas”. Dispomos de um banco de dados próprio com materiais livres de direitos autorais. O acesso é exclusivo para ASSINANTES.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.